Tenha uma boa madrugada! Hoje é Quinta, dia 09 de Abril de 2020. Agora são 05:29:30 hs
01 Out

Convocação para o ato nacional em Brasília quinta-feira, 3 de outubro Destaque

A direção da FENTECT e o Comando Nacional de Mobilização Negociação convoca os trabalhadores para um ATO NACIONAL em Brasília, na próxima quinta-feira, dia 3 de outubro.

O julgamento do dissídio coletivo ainda não tem data marcada, mas deve ocorrer a qualquer momento, especialmente porque na data de hoje a empresa respondeu à FENTECT rejeitando (clique aqui para ler a resposta da empresa) a contraproposta aprovada por alguns sindicatos.

O ATO deve ser nacional e uma unificação dos trabalhadores em greve. A categoria deve aproveitar esse momento fortalecer sua luta neste momento em que a empresa entrou com o dissídio coletivo unilateralmente

A empresa e o Tribunal do Trabalho procuram nos ganhar pelo cansaço. Vamos mostrar para eles que os trabalhadores não serão vencidos quando seus interesses estão em jogo. Precisamos tomar medidas de força, em defesa do nosso plano de saúde, em defesa do sustento das nossas famílias.

Vamos fortalecer nossa greve com ações diversificadas em todos os estados, e em Brasília realizar um grande ato, a exemplo do ATO do dia 30 de agosto que mostrou para a empresa nossa disposição para a luta fez a empresa sair dos 5% apresentado inicialmente.

Os sindicatos devem organizar caravanas, colocar ônibus à disposição para quantos trabalhadores conseguir convocar. Em SP e RIO a FENTECT vai organizar ônibus para levar os trabalhadores em greve.

Nessa iniciativa são também importantes os trabalhadores de Brasília que também podem mobilizar seu companheiro de trabalho e levar para frente do Ed. Sede da empresa e garantir a força do ATO na sua cidade. Vamos acampar em frente ao prédio da empresa e realizar atividades com outras categorias em greve para garantir as nossas reivindicações.

Lotar o pátio do Ed. Sede da empresa no dia 3 de outubro e fazer um grande acampamento de trabalhadores. Em defesa do Correios Saúde, e reajuste salarial!
 
Fonte/Autoria: Fentect
Avalie este item
(0 votos)
voltar ao topo