Tenha um bom dia! Hoje é Domingo, dia 05 de Abril de 2020. Agora são 07:42:06 hs
02 Out

ECT rejeita contraproposta dos trabalhadores e comprova intransigência para negociar Destaque




A ECT, em resposta à contraproposta da Fentect enviada na sexta-feira (27/09), disse já ter apresentado proposta final no limite de sua capacidade financeira, o que sabemos ser mais um engodo. A Federação recebeu o documento da Empresa nessa segunda-feira (30/09).

No documento, a Empresa afirmou que o reajuste de 8% sobre o salário e 6,27% sobre os benefícios é o limite do que pode conceder e que vai esperar o julgamento do dissídio no TST, comprovando mais uma vez a sua intransigência em não querer negociar com a categoria.

O nosso Ato nacional, que estava marcado para o dia 03/10, foi adiado para o dia do julgamento. O Dissídio Coletivo de greve está marcado para às 14h30 da próxima terça-feira (08/10) no TST. O relator será o ministro Fernando Eizo Ono.

A Empresa continua apelando em seus informativos internos, mas não devemos nos deixar levar por essas informações da ECT, por isso, devemos continuar firmes na greve até lá. A ECT se manteve intransigente durante toda a Campanha Salarial, achando ainda que os trabalhadores iriam recuar com o teatro da "assinatura" do suposto acordo com os sindicatos de São Paulo e Rio de Janeiro e, também, com as várias ameaças a categoria. Porém se enganou.

Demonstraremos mais uma vez a força da categoria unida em greve, com um grande ato em Brasília, no dia do julgamento.
 
Fonte/Autoria: Fentect
Avalie este item
(0 votos)
voltar ao topo