Tenha um bom dia! Hoje é Segunda, dia 27 de Maio de 2019. Agora são 09:14:56 hs

Sindicato visita mais de 300 unidades e faz levantamento sobre condições de trabalho e quantidade de efetivo

Os dirigentes sindicais do SINTECT-GO visitaram mais de 300 unidades da DR/GO durante o mês de outubro aplicando um questionário para averiguar as condições de trabalho, número de funcionários, estrutura predial e outros fatores. O objetivo é verificar a situação das unidades do estado e assim explicar à população porque a qualidade dos serviços prestados pelos Correios caiu tanto e porque em muitas cidades não a serviço de entrega.

Segundo o secretário geral do SINTECT-GO, Elizeu Pereira, o maior problema dos Correios é a falta de efetivo, nos últimos dois anos 26 mil funcionários saíram da empresa. "No caso de Catalão, dos 43 carteiros originais restaram 26. Com isso, alguns bairros deixaram de contar com a distribuição de correspondências", explica.

De acordo com Elizeu, a falta de efetivo, péssimas condições de trabalho e como consequência a má prestação de serviço faz parte de uma estratégia para privatizar a Empresa. " Primeiro sucateiam a estatal, o que deteriora os serviços prestados à população que, por sua vez, começa a considerar a privatização - meta almejada por esse governo neoliberal - como uma boa saída, esquecendo que trata-se de alienar um patrimônio de 358 anos do povo brasileiro e que vai pagar muito mais caro pelos serviços", esclareceu Elizeu.

Leia mais ...

MPT alerta: nem todo acordo é bom para você

Pelo segundo ano consecutivo, o Ministério Público do Trabalho promove o Maio Lilás, movimento que visa conscientizar a sociedade da importância da promoção da liberdade sindical. Um seminário que abordou os desafios das entidades sindicais no cenário pós-reforma trabalhista, ocorrido na Procuradoria Geral do Trabalho, em Brasília, dia 7 de maio, marcou o lançamento da campanha.

Na oportunidade, foi distribuída a revista MPT Em Quadrinhos nº 34, com o título “Sindicatos”, e foi lançado o site www.reformadaclt.com.br, que traz esclarecimentos acerca das mudanças profundas provocadas pela reforma. Também foram exibidos dois vídeos virais que alertam: "Seus direitos têm valor. Nem todo acordo é bom para você". A página possui ainda um canal interativo, o “Pergunte aqui”. A campanha de mídia contará com spots para rádio.

Além de compor o site, o material será veiculado nas redes sociais, a exemplo do Instagram @mptrabalho, que também teve sua estreia durante o evento. “É toda uma campanha que se desenvolverá ao longo do ano, com o objetivo de buscar a aplicação da lei conforme interpretação da Constituição, de modo a evitar retrocesso social e para garantir os direitos trabalhistas conquistados ao longo de décadas”, explica a vice-coordenadora nacional da Conafret, do MPT, Vanessa Patriota.

Site da reforma

A proposta do site www.reformadaclt.com.br é informar a sociedade sobre os reais impactos da reforma trabalhista nas relações de trabalho e o cotidiano dos trabalhadores brasileiros, bem como demonstrar quais direitos não foram alterados, alertando os empregadores para que mantenham as relações e o ambiente de trabalho saudáveis e produtivos.

Maio Lilás

A cor lilás é uma homenagem às 129 mulheres trabalhadoras, que foram trancadas e queimadas vivas em um incêndio criminoso numa fábrica de tecidos, em Nova Iorque (EUA), em 8 de março de 1857, por reivindicarem um salário justo e redução da jornada de trabalho. No momento do incêndio, era confeccionado um tecido de cor lilás.

Leia mais ...

Ecetistas em Goiás aderem greve nacional

 

Os ecetistas de Goiás estão em greve desde às 00h desta segunda feira, 12. A deflagração ocorreu durante assembleias realizadas em várias cidades do Estado, inclusive em Goiânia, na última sexta-feira, 09 de março. A greve faz parte da mobilização nacional da categoria, que é contra a terceirização na área de tratamento; a privatização da estatal; suspensão das férias dos trabalhadores, como ocorreu em 2017; extinção do diferencial de mercado; descumprimento da cláusula 28 do Acordo Coletivo de Trabalho (ACT), que trata da assistência médica da categoria, e contra a redução do salário da área administrativa. Além disso, entre as demandas dos ecetistas estão a contratação de novos funcionários via concurso público, a segurança nos Correios e o fim dos planos de demissão.

Um dos principais ataques da ECT é voltado ao plano de saúde da categoria, que recebe, em média, R$ 1600,00 (o pior salário entre empresas públicas e estatais) e, agora, no que depender da direção dos Correios, ainda terá que arcar com mensalidades no plano e a retirada de dependentes. Além disso, o benefício poderá ser reajustado conforme a idade, chegando a mensalidades acima de R$ 900,00. O julgamento do plano de saúde está marcado para está tarde, 12, no Tribunal Superior do Trabalho (TST). 

Por Nenhum Direito a menos!

Leia mais ...

Paralisação de ecetistas em Catalão é destaque no Bom Dia Goiás

Nesta quarta-feira, 08 de abril, o Bom Dia Goiás exibiu uma reportagem sobre o protesto dos ecetistas em Catalão, município do sudeste goiano, diante das péssimas condições de trabalho. Os trabalhadores paralisaram suas atividades durante dois dias, 07 e 08 de abril.

Na matéria: “Carteiros protestam contra condições de trabalho em Catalão”, os trabalhadores reclamaram da sobrecarga de encomendas devido à falta de mais profissionais na cidade. Os moradores também reclamaram do serviço prestado na cidade, e alegaram que muitas vezes se dirigem a unidade para buscar suas correspondências.

De acordo com os trabalhadores, o CDD de Catalão tem apenas 25 trabalhadores, quando o ideal seria 35, levando em consideração o número de moradores da cidade.  O dirigente sindical Tiago Dutra explicou que demanda da cidade é muito grande para a quantidade de trabalhadores, e que eles reivindicam mais contratação. Com a paralisação de dois dias, cerca de 40 mil correspondências e encomendas deixaram de ser entregues.

Assista a reportagem aqui.

Fonte/Autoria: Laryssa Machado - Assessora de Comunicação do SINTECT-GO

Leia mais ...
Assinar este feed RSS