Tenha um bom dia! Hoje é Segunda, dia 20 de Agosto de 2018. Agora são 11:16:53 hs

Trabalhadores aprovam proposta do TST, mas mantém estado de greve

Apesar de manter o estado de greve, ecetistas em Goiás aprovaram, nesta terça-feira, dia 14, a proposta apresentada pelo Tribunal Superior do Trabalho (TST) para à campanha salarial da categoria.  Na Assembleia Geral realizada em Goiânia, 47 trabalhadores foram favoráveis à aprovação da proposta e 30 foram contrários. Confira total de votos abaixo.

No último dia 07, o Tribunal propôs reajuste salarial de 3,68% de reajuste salarial e nos demais itens financeiros (como auxílio-creche, vale-refeição/alimentação, vale-peru e quebra de caixa) e a manutenção do ACT 2017/2018 do jeito que estava, mas com ressalvas à decisão em relação ao plano de saúde da categoria (DC – 1000295-05.2017.5.00.0000).

No ponto de avaliação da campanha salarial, vários trabalhadores expuseram suas opiniões sobre aceitar ou não a proposta, mas a maioria concordou que fazer greve neste momento não seria a saída mais viável, principalmente levando em consideração que nos últimos anos a ECT sempre tem se socorrido com o TST.

É importante destacar que a luta continua e que o estado de greve foi mantido para que a categoria continue mobilizada e lutando, entre outras coisas, contra a abusividade no custeio do plano de saúde.

Assembleia em Anápolis

Em Anápolis, os trabalhadores aprovaram a proposta apresentada pelo TST, porém mantiveram o estado de greve por conta do plano de saúde da categoria e moção de repúdio ao presidente da ECT.

Quadro de votos das Assembleias 

Assembleia

Favoráveis

Contra

Abstenções

Goiânia

47

30

2

Anápolis

39

1

 

Santa Helena

12

 

 

Jataí

24

1

 

Quirinópolis

3

10

 

Total

125

42

 

 

Assista o momento da deliberação aqui

 

Leia mais ...

Após proposta do TST, categoria mantém estado de greve com indicativo para o dia 14

Os trabalhadores em Goiás decidiram manter o estado de greve com indicativo de greve geral para a próxima terça-feira, dia 14 de agosto. A decisão foi tomada após a ECT informar, na tarde de terça, que entrou com pedido de mediação junto ao Tribunal Superior do Trabalho (TST), que por sua vez propôs a manutenção do ACT 2017/2018, ressalvando a decisão do Tribunal no Processo do Plano de Saúde (DC – 1000295-05.2017.5.00.0000), e reajuste salarial de 3,68% (inflação do período medida pelo INPC).

Diante da proposta informada na última hora e sem nenhuma consulta ao Comando de Negociação ou aos trabalhadores, a FENTECT orientou manter o estado de greve para que a proposta seja avaliada com calma. Ressaltamos que manter a decisão do TST sobre o plano de saúde da categoria, como foi proposto, significa retirar a cláusula do Acordo Coletivo de Trabalho sem chance de reverter a cobrança de mensalidade.

Assista ao vídeo da Assembleia em Goiânia aqui

Leia mais ...

Em Goiás, trabalhadores rejeitam proposta da ECT e aprovam indicativo de greve para o dia 07 de agosto

Os trabalhadores dos Correios em Goiás rejeitaram a proposta da ECT e aprovaram o indicativo de greve geral para o dia 07 de agosto. A deliberação ocorreu durante Assembleias Regionais e Assembleia Geral realizadas em cidades do interior e em Goiânia, no dia 25 e 26.

A categoria foi unanime em rejeitar as propostas apresentadas pela Empresa, que só retiravam direitos da categoria. Se antes os trabalhadores conquistavam benefícios durante as negociações de Campanha Salarial, agora eles negociam para não perder o que já foi conquistado através de muita luta.

Todas as bases sindicais ligadas à FENTECT rejeitaram as propostas apresentadas pelos Correios e aprovaram o indicativo de greve. O Comando Nacional de Negociação e Mobilização ainda está em Brasília e levará o resultado das assembleias para a ECT.

Confira aqui o Quadro Resumido de alterações propostas pela ECT para o ACT 2018/19

Leia mais ...

Categoria está em estado de greve

Os trabalhadores em Goiás aprovaram o Estado de greve, no dia 05 de julho, durante Assembleia Geral e Assembleias Regionais realizadas em todo o estado. O Comando Nacional de Negociação e Mobilização continua em Brasília dando andamento nas reuniões de negociações, que devem finalizar no dia 16 de julho.

Até o momento não houve nenhum avanço significativo para a categoria e a ECT tenta a todo o momento reeditar as cláusulas do Acordo Coletivo, trazendo assim prejuízo para os trabalhadores.

Leia mais ...

Campanha Salarial: Ecetistas de Goiás aprovam calendário de lutas e referendam Pauta Nacional de Reivindicações

Os trabalhadores dos Correios em Goiás aprovaram nesta segunda-feira, 11 de junho, o Calendário de Lutas e referendaram a Pauta Nacional de Reivindicações da Campanha Salarial da categoria, durante assembleias realizadas na capital e no interior. Na assembleia de Goiânia, realizada em frente à Agência Central na Praça Cívica, os trabalhadores elegeram o dirigente sindical Ueber Barboza para fazer parte do Comando Nacional de Negociação e Mobilização da FENTECT, e assim representar os trabalhadores de Goiás nas negociações com a Empresa.

Trabalhador, fique atendo aos próximos chamados!

Leia mais ...

Campanha Salarial: é hora de referendar a pauta e o calendário de lutas!

Com o término do 13º CONTECT, realizado entre os dias 31 de maio e 03 de junho em Brasília, a Campanha Salarial deste ano de fato agora se inicia! Assim, o SINTECT-GO convoca todos os trabalhadores e trabalhadoras de Goiás a participarem da Assembleia Geral e das Assembleias Regionais, no dia 11, para aprovar o Calendário de Lutas e referendar a Pauta Nacional de Reivindicações. Em Goiânia, a Assembleia será realizada em frente à Agência Central, na Praça Cívica em Goiânia, com primeira chamada às 18h30 e segunda chamada às 19h. Na ocasião, os trabalhadores presentes também deverão eleger um membro para o Comando Nacional de Negociação e Mobilização da FENTECT.

 

Mais informações em nosso último Boletim, leia aqui.

Leia mais ...

Debater a situação da mulher trabalhadora nunca foi tão urgente

Debater a situação da mulher na família, nas empresas e, sobretudo, dentro dos Correios é urgente. Vivemos numa sociedade patriarcal, machista, em que a mulher sofre violência das mais diversas formas.

No cenário político-econômico atual, a situação feminina se agravou. A reforma trabalhista trouxe prejuízos para todos, mas atingiu com mais força as trabalhadoras. O mesmo acontecerá se a reforma da Previdência for aprovada.

Toda a categoria deve incentivar a unidade das companheiras, com conscientização e debate em torno de temas relacionados à participação feminina nos Correios, no meio sindical e na política.

Nesse sentido, a FENTECT realiza, de 29 a 31 de maio, o XXI Encontro Nacional de Mulheres, em Brasília, por entender que é importante a manutenção de fóruns específicos das mulheres para fortalecer a luta delas e de todos nós.

O SINTECT-GO estará presente nesse Encontro com as delegadas escolhidas em Assembleias, que serão realizadas nesta semana. Mulheres, participem! Homens, incentivem a participação das companheiras.

 

Leia o Boletim completo aqui

Leia mais ...

Ecetistas em Goiás aderem greve nacional

 

Os ecetistas de Goiás estão em greve desde às 00h desta segunda feira, 12. A deflagração ocorreu durante assembleias realizadas em várias cidades do Estado, inclusive em Goiânia, na última sexta-feira, 09 de março. A greve faz parte da mobilização nacional da categoria, que é contra a terceirização na área de tratamento; a privatização da estatal; suspensão das férias dos trabalhadores, como ocorreu em 2017; extinção do diferencial de mercado; descumprimento da cláusula 28 do Acordo Coletivo de Trabalho (ACT), que trata da assistência médica da categoria, e contra a redução do salário da área administrativa. Além disso, entre as demandas dos ecetistas estão a contratação de novos funcionários via concurso público, a segurança nos Correios e o fim dos planos de demissão.

Um dos principais ataques da ECT é voltado ao plano de saúde da categoria, que recebe, em média, R$ 1600,00 (o pior salário entre empresas públicas e estatais) e, agora, no que depender da direção dos Correios, ainda terá que arcar com mensalidades no plano e a retirada de dependentes. Além disso, o benefício poderá ser reajustado conforme a idade, chegando a mensalidades acima de R$ 900,00. O julgamento do plano de saúde está marcado para está tarde, 12, no Tribunal Superior do Trabalho (TST). 

Por Nenhum Direito a menos!

Leia mais ...

Trabalhadores em Goiás aprovam indicativo de greve para o dia 12


Diante da proposta do TST e da ECT apresentada para o plano de saúde da categoria ecetista, os trabalhadores e trabalhadoras em Goiás aprovaram indicativo de greve nacional, por tempo indeterminado, a partir das 00h do dia 12 março. A deliberação sobre o indicativo de greve ocorreu durante assembleias realizadas na última sexta-feira, 02, em Goiânia e em várias cidades do interior.

No último dia 22 de fevereiro, o TST propôs, em audiência de conciliação, o custeio de 75% do plano por parte da Empresa e 25% pelos trabalhadores; e retirar pai e mãe imediatamente, deixando apenas aqueles que estão em tratamento até a alta médica. Também foi proposta a criação de um plano alternativo para os pais e mães que serão excluídos do plano atual, com valores de mercado. Essa mesma proposta havia sido apresentada pelo ministro Emmanoel Pereira, em outubro do ano passado.

 

 

Leia mais ...

É greve porque a coisa é grave! Mais ataques no plano de saúde

O SINTECT-GO convoca todos os trabalhadores e trabalhadoras para participarem da Assembleia Geral e das Assembleias Regionais para avaliarem a proposta feita pelo Tribunal Superior do Trabalho (TST) para o plano de saúde da categoria. Na ocasião, os trabalhadores poderão decidir pelo indicativo de greve nacional, por tempo indeterminado, a partir das 00h do dia 12 de março. As assembleias serão realizadas no dia 02 de março, conforme quadro abaixo.

Leia Boletim completo aqui.

Leia mais ...
Assinar este feed RSS