Tenha uma boa madrugada! Hoje é Quarta, dia 12 de Dezembro de 2018. Agora são 04:04:46 hs

SINTECT-GO (111)

Ecetistas em Jataí cruzam os braços contra assédio da gestão

 

Os trabalhadores dos Correios em Jataí paralisaram suas atividades nesta segunda-feira, 19 de novembro, como protesto aos abusos da gestão. Dos 30 carteiros, 21 aderiram ao movimento, que reivindica uma posição da ECT em relação aos assédios e pressões praticados pelo gerente da unidade. A paralização será de 24h.

A deliberação do movimento ocorreu nesta manhã durante Assembleia, mas os trabalhadores já estavam em estado de greve desde o dia 05 de novembro.

 

Leia mais ...

Ecetistas em Senador Canedo e em Jataí podem deflagrar greve para o dia 19 de novembro

O SINTECT-GO convoca todos os trabalhadores filiados e demais interessados a participarem das Assembleias que serão realizadas no dia 05 de novembro, em Senador Canedo e Jataí, para deflagração de estado de greve e aprovação do indicativo de greve para o dia 19 de novembro a partir das 7h. Em Senador Canedo a Assembleia será realizada em frente ao CDD, situado na Avenida Aroeira, s/n Quadra 42 Lote 12/13, Setor Central, com primeira chamada às 16h. Já em Jataí, a Assembleia ocorrerá em frente à Agência/CDD situada na Av. Dr. Dorival de Carvalho, 1007 - St. Central, com primeira chamada às 16h30.

Os trabalhadores dos Correios em Senador Canedo reivindicam melhores condições de trabalho. Já os de Jataí cobram respostas da Empresa às reivindicações em relação à gestão da unidade.

Leia mais ...

Sindicato visita mais de 300 unidades e faz levantamento sobre condições de trabalho e quantidade de efetivo

Os dirigentes sindicais do SINTECT-GO visitaram mais de 300 unidades da DR/GO durante o mês de outubro aplicando um questionário para averiguar as condições de trabalho, número de funcionários, estrutura predial e outros fatores. O objetivo é verificar a situação das unidades do estado e assim explicar à população porque a qualidade dos serviços prestados pelos Correios caiu tanto e porque em muitas cidades não a serviço de entrega.

Segundo o secretário geral do SINTECT-GO, Elizeu Pereira, o maior problema dos Correios é a falta de efetivo, nos últimos dois anos 26 mil funcionários saíram da empresa. "No caso de Catalão, dos 43 carteiros originais restaram 26. Com isso, alguns bairros deixaram de contar com a distribuição de correspondências", explica.

De acordo com Elizeu, a falta de efetivo, péssimas condições de trabalho e como consequência a má prestação de serviço faz parte de uma estratégia para privatizar a Empresa. " Primeiro sucateiam a estatal, o que deteriora os serviços prestados à população que, por sua vez, começa a considerar a privatização - meta almejada por esse governo neoliberal - como uma boa saída, esquecendo que trata-se de alienar um patrimônio de 358 anos do povo brasileiro e que vai pagar muito mais caro pelos serviços", esclareceu Elizeu.

Leia mais ...

Congresso da categoria é convocado para novembro

A fim de cumprir seu Estatuto, o SINTECT-GO realizará nos dias 24 e 25 de novembro o VII Congresso Regional dos Trabalhadores dos Correios e Telégrafos em Goiás (CORTECT) no auditório do Hotel Serras de Goyaz, localizado na Av. Paranaíba, 1445 - St. Central, Goiânia. O primeiro dia do evento será iniciado às 8h.

O CORTECT é órgão máximo de decisão do SINTECT-GO, e é considerado um dos mais importantes fóruns da categoria. Ele deve ser realizado a cada três anos ou uma vez a cada gestão. É no congresso que os trabalhadores dos Correios em Goiás propõem e deliberam sobre mudanças no Estatuto do Sindicato; Aprovam resoluções e propostas para as mobilizações da categoria; Debatem temas relevantes para os trabalhadores; e Apresentam textos e teses sobre os temas apresentados na chamada do congresso.

Todos os trabalhadores filiados ao SINTECT-GO podem participar do Congresso, os quais são representados no Fórum pelos delegados e delegadas eleitos em suas unidades. De acordo com o Estatuto, a diretoria colegiada e todos os delegados sindicais eleitos são delegados natos.

Inscrição para delegados

As inscrições para delegado do VII CORTECT estarão abertas a partir do dia 05 de novembro a 15 de novembro de 2018. Quando o número de inscritos for superior à quantidade de vagas por unidade de trabalho serão realizadas eleições para definir os representantes dos trabalhadores. As eleições acontecerão entre os 19 e 23 de novembro.

Para se inscrever, os candidatos precisam ser filiados ao SINTECT-GO, preencher a ficha que se encontra abaixo e entregá-la pessoalmente na secretaria do SINTECT/GO, ou a um diretor do sindicato, ou ainda enviá-la por e-mail ou fax.

A listagem completa dos participantes do VII CORTECT será divulgada no site do Sindicato, após as eleições.

Não fique de fora, participe! Faça já a sua inscrição aqui

Mais informações leia o Boletim de Outubro

Leia mais ...

ELEJA CANDIDATOS QUE IRÃO DEFENDER SEUS DIREITOS!

As eleições deste ano tem uma importân­cia histórica para a classe trabalhadora e para o povo. Os últimos momentos do cenário político, econômico e social deixam ainda mais claro o acirramento da luta de classes em curso e a ofensiva do capital.

De um lado: os políticos que representam os empresários e grandes latifundiários que que­rem a todo custo retirar direitos dos traba­lhadores, acabando com a CLT, com os in­vestimentos na saúde, educação, segurança, com a previdência Social, reduzindo o papel do Estado no desenvolvimento econômico e social do país e assim entregar o controle, de fato, para o mercado neoliberal.

Do outro lado: a classe trabalhadora que vem sendo atacada, perdendo direitos e sendo exposta às condições de flexibilização/precarização das relações de trabalho, desvalorização do valor da mão de obra, e sem os serviços públicos básicos e essenciais como saúde, educação e segurança, além da diminuição do papel social do estado – Reforma Trabalhista.

Neste cenário devemos nos conscientizar que o voto por si só não é suficiente para representar um instrumento de transformação social e nem de fortalecimento da democracia. Ele precisa estar em confluência com a consciência politica, possibilitando o cidadão perceber os interesses que estão em jogo, e como eles podem afetar sua vida. É fazendo o enfrentamento que o povo conseguirá reverter à situação caótica em que o Brasil se encontra. E é com essa consciência que a classe trabalhadora deverá votar nas eleições do dia 07 de outubro e fazer consolidar seu projeto escolhido.

Nestas eleições, é necessário que a classe tra­balhadora participe do debate e esteja atenta não só às propostas apresentadas por todos os candidatos, mas também o que está em jogo como pano de fundo. O povo precisa eleger candidatos que invistam na educação pública de qualidade, na saúde, na ampliação de programas sociais, na geração de empregos, na capacitação da mão de obra, na conquista da casa própria, na realização de con­cursos públicos, no respeito aos direitos trabalhistas, no fortalecimento das estatais, nas instituições públicas em combate a corrupção e, sobretudo, no dialogo com a so­ciedade e fortalecimento da democracia.

Contudo, não é só na hora de eleger o presidente que a classe trabalhadora precisa votar consciente, mas também na hora de eleger os governadores, os senadores, deputados estaduais e deputados fe­derais, e assim garantir que o projeto escolhido nas urnas seja de fato realizado com estabilidade democrática, pois são estes três últimos que propõe, de­batem e aprovam leis sobre diversos temas, inclu­sive os ligados diretamente à classe trabalhadora.

 

CONFIRA O JORNAL "ECETISTA NA LUTA" AQUI

 

 

Leia mais ...

Audiência Pública: Sindicato expõe as consequências do endereçamento confuso e câmara de Hidrolândia debate soluções

O SINTECT-GO participou, nesta quarta-feira, 19 de setembro, de uma Audiência Pública sobre os Correios na Câmara Municipal de Hidrolândia, a 30 km de Goiânia. O encontro, que contou com a participação de diretores do sindicato e representantes políticos da cidade, debateu, principalmente, o problema de endereçamento em Hidrolândia.

Durante a Audiência Pública, o SINTECT-GO exibiu matérias veiculadas na TV Anhanguera nos últimos anos sobre a dificuldade dos carteiros em entregar correspondências devido ao problema de endereçamento em diversas cidades do estado, entre elas Aparecida de Goiânia, Rio Verde, Itumbiara e Santo Antônio da Barra. Em todas as matérias exibidas, os carteiros reclamaram de ruas com dois ou mais nomes, casas com duas placas, casas sem lote ou quadra, endereços confusos, entre outros.

O secretário geral do SINTECT-GO, Elizeu Pereira, alegou que o Brasil é o único país onde se usa quadra e lote, e que isto acaba provocando confusão na hora da entrega de correspondências. Ele ainda exemplificou a situação das avenidas famosas de Goiânia que tem mais de um nome, como a Castelo Branco, que tem cerca de sete nomes distintos em sua extensão.

Segundo Elizeu, os trabalhadores dos Correios reclamam do endereçamento confuso das cidades, mas é a população a mais afetada por este problema, pois é ela que fica sem receber suas correspondências, contas e intimações.

O Sindicato tem promovido audiências publicas, inclusive junto ao Ministério Público, para debater e buscar uma solução para o problema de endereçamento, mas nem todos estão interessados. “Um dos entraves para a questão do endereçamento é o interesse político. Começamos a discutir este assunto, em 2013, mas apenas Quirinópolis e Aparecida de Goiânia criaram uma lei sobre isso. Quirinópolis fez um acordo com os Correios para que os carteiros entregassem as correspondências normalmente nos seis primeiros meses da lei, e depois entregasse as correspondências apenas nos endereços regularizados. O número de correspondências devolvidas caiu de 23% para 12%. A boa vontade disso passa pelo interesse da prefeitura, interesse da câmera municipal, pois não é só os Correios que são afetados, mas o corpo de bombeiros, os oficiais de justiça, entre outros”, explicou.

Eliezeu ainda falou sobre a redução do efetivo dos Correios no país e como isso afeta a população. “Nos últimos quatro anos, o Governo Federal reduziu o efetivo dos Correios em 25.000 funcionários, abrindo Plano de Demissão Voluntária (PDVs). Em Goiás, estamos trabalhando com 450 funcionários a menos, o que é inviável para a boa prestação de serviço, além de ser desumano. Em São Simão, por exemplo, que tem cerca de 30 mil habitantes, deveria ter sete carteiros trabalhando, mas só tem três. Faz-se o PDV, mas não substitui estes funcionários que saem”, esclareceu.

Representantes da Câmara de Hidrolândia debateram soluções para o problema de endereçamento na cidade. Foi sugerido que a prefeitura informe o endereço correto à população, e que cada morador seja responsável por identificar seu endereço na residência. Além disso, será preciso fazer um material para conscientizar e informar a população.  Também foi sugerido que endereços corretos sejam aplicados assim que surgir novos loteamentos, a fim de evitar futuros problemas, além da criação de regras para denominações de logradouros e para a mudança de nomes de ruas.

 

Assista a Audiência Pública na íntegra aqui.

Leia mais ...

Comunicado: Reenquadramento OTT

Companheiros e companheiras, segundo a ECT termina hoje,24 de agosto, o prazo para o OTT migrar para o cargo de carteiro.

Entendemos que é uma questão nacional e não somente local, por isso solicitamos à Federação que realize uma reunião entre Federação, Sindicatos e Empresa no sentido de esclarecer as inúmeras dúvidas em relação ao pagamento dos adicionais pra quem migrar; o formato dos exames médicos para avaliação dos que preencheram os formulários; o que ocorrerá com os que não migrarem, com os que forem considerados inaptos e com os reabilitados; e se será oferecido outro cargo além do de carteiro posteriormente para estes, entre outras questões.

Orientamos à que tem dúvida a não assinarem nada por enquanto e aguardarem as reuniões com a Empresa onde essas questões serão esclarecidas e negociadas.

Sabemos, entretanto, que alguns companheiros desejam migrar e já nos manifestaram isso. E entendemos que, neste caso, é uma decisão pessoal e não compete ao Sindicato interferir em relação a estes que desejam migrar, independentemente de qualquer coisa. Porém, entendemos que há quebra de isonomia com relação aos carteiros que recebem 30% sobre o salário base, uma vez que para os que migrarem a ECT informou que pagará um valor fixo.

Assim, orientamos aos que desejarem migrar que, após receberem o primeiro contracheque, procurem o departamento jurídico do SINTECT-GO para cobrarem na justiça do trabalho o valor correto do AADC, caso até lá esta questão não tenha sido solucionada nas negociações com a Empresa.

Tão logo tenhamos o resultado das reuniões, voltaremos a emitir novo comunicado.

Saudações Sindicais

Um bom final de semana a todos e a todas!

SINTECT-GO

Leia mais ...

Filiados do SINTECT-GO terão descontos no Grupo Rio Quente, Costa do Sauípe e em hotéis de Caldas Novas

 

A fim de proporcionar momentos de lazer para os filiados e suas famílias, o SINTECT-GO fechou um convênio com a Companhia Thermas do Rio Quente/Sauípe Grupo Rio Quente/Valetur. Com o convênio, os filiados terão descontos para passar o dia no Hot Park, ou se hospedar no Rio Quente, na Costa do Sauípe, e nos hotéis em Caldas Novas que são operados pela Valetur.

Os filiados ao SINTECT-GO e até cinco acompanhantes [pais, cônjuge, companheiro (a), filhos, namorado (a) e amigos (as)] terão até 30% de desconto ao se hospedar no Rio Quente Resorts, na Costa do Sauípe (na Bahia) e nos hotéis em Caldas Novas que são operados pela Valetur. Para ter direito ao desconto, o filiado precisa comprovar vínculo ao SINTECT-GO e adquirir seu pacote pelo canal exclusivo do convênio pelo site do Grupo Rio Quente Resorts (aqui), pelos telefones (62) 3412-1515 e (62) 3531-7900 ou através do email O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. .

O SINTECT-GO ressalta que os descontos acima não são cumulativos com outras promoções e descontos. O Convênio firmado com a Companhia Thermas do Rio Quente/Sauípe Grupo Rio Quente/Valetur é valido até abril de 2020.

Saiba mais detalhes aqui

Laryssa Machado

Leia mais ...

Em Goiás, trabalhadores rejeitam proposta da ECT e aprovam indicativo de greve para o dia 07 de agosto

Os trabalhadores dos Correios em Goiás rejeitaram a proposta da ECT e aprovaram o indicativo de greve geral para o dia 07 de agosto. A deliberação ocorreu durante Assembleias Regionais e Assembleia Geral realizadas em cidades do interior e em Goiânia, no dia 25 e 26.

A categoria foi unanime em rejeitar as propostas apresentadas pela Empresa, que só retiravam direitos da categoria. Se antes os trabalhadores conquistavam benefícios durante as negociações de Campanha Salarial, agora eles negociam para não perder o que já foi conquistado através de muita luta.

Todas as bases sindicais ligadas à FENTECT rejeitaram as propostas apresentadas pelos Correios e aprovaram o indicativo de greve. O Comando Nacional de Negociação e Mobilização ainda está em Brasília e levará o resultado das assembleias para a ECT.

Confira aqui o Quadro Resumido de alterações propostas pela ECT para o ACT 2018/19

Leia mais ...

Prestação de contas do exercício 2017 é aprovada pelos trabalhadores

 

Os trabalhadores em Goiás aprovaram, durante Assembleia Geral, realizada no dia 25 de junho na sede do Sindicato, a prestação de contas do exercício 2017 do SINTECT/GO. A realização da assembleia de prestação de contas comprova a transparência e a seriedade da administração atual do Sindicato. O Conselho Fiscal se reuniu durante todo o ano de 2017 para avaliar os balancetes da Diretoria e fiscalizar as contas do Sindicato.

Confira a prestação de contas aqui.

Leia mais ...
Assinar este feed RSS