Tenha um bom dia! Hoje é Sábado, dia 24 de Agosto de 2019. Agora são 11:35:44 hs

Lutas da Categoria (18)

Por direitos, empregos e contra a extinção dos Correios, trabalhadores preparam-se para Plenária Nacional

A fim de debater o futuro dos ecetistas, 22 representantes de sindicatos filiados à FENTECT-GO estiveram reunidos no dia 05 de dezembro, em Brasília. Os presentes discutiram as ações propostas pela Federação, como a dispensa motivada, plano de saúde e férias. Durante a reunião, também foi elaborado um Calendário de Lutas para que os trabalhadores se mobilizem e lutem juntos pelos seus direitos, empregos e contra a extinção dos Correios.

Além de diversos atos como audiências públicas, panfletagem, reuniões setoriais, está previsto também no Calendário de Lutas a realização da Plenária Nacional da FENTECT, que será aberta a toda categoria, centrais sindicais e demais categorias estatais. O SINTECT-GO disponibilizará a estrutura necessária para que todos os trabalhadores interessados possam participar da Plenária.

 

DEZEMBRO 2018

10/12 - Produção de materiais, informativos, resoluções e moções

11/12 - Carta às centrais sindicais, federações e outras categorias estatais, para dialogar uma pauta mínima

12/12 - Audiências públicas nas Câmaras de vereadores e Assembleias Legislativas contra o fechamento de agências, banco postal, sucateamento e privatização

17/12 - Reuniões setoriais

18/12 - Distribuição de carta aberta sobre a importância dos Correios e contra a privatização

19/12 - Carro de som e agitação

26/12 - Carro de som, agitação e reuniões setoriais internas e externas

27/12 - Chamado para plenária nacional em Brasília

JANEIRO 2019

02/01 - Carro de som, agitação e reuniões setoriais internas e externas

03/01 - Chamado para plenária nacional em Brasília

07/01 - Panfletagem nas bases e agitação

08/01 - Carro de som, agitação e reuniões setoriais internas e externas

09/01 - Preparação para o debate nacional

14/01 - Agitação nas bases e assembleias

15/01 - Carro de som, agitação e reuniões setoriais internas e externas

17/01 - Plenárias regionais de preparação para o encontro nacional

21/01 - Agitação nas bases

22/01 – Carro de som chamando para o ato dia 25 de janeiro

23/01 - Reuniões setoriais internas e externas e agitação nas bases

24/01 - Carro de som chamando para o ato dia 25 de janeiro

25/01 - Dia dos carteiros - Dia de luta contra as privatizações (ato em defesa da ECT)

28/01 - Agitação nas bases e preparação para plenária nacional

29/01 - Agitação nas bases e preparação para plenária nacional

30/01 - Agitação nas bases e preparação para plenária nacional

31/01 - Agitação nas bases e preparação para plenária nacional

FEVEREIRO 2019

01/02 - Agitação nas bases e preparação para plenária nacional

02/02 - Plenária nacional da FENTECT aberta a toda categoria, centrais sindicais e demais categorias estatais

Reprodução: FENTECT

Leia mais ...

“Fechamento de agências e demissões são parte de projeto para privatizar os Correios”, diz dirigente da Fentect

 

A notícia de que os Correios pretendem fechar 513 agências, o que provocará a demissão de 5.300 trabalhadores, mobilizou a Fentect (Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Correios e Telégrafos e Similares). Na avaliação de José Rivaldo da Silva, secretário-geral da entidade, essa decisão faz parte de um projeto maior, que visa privatizar grande parte das atividades da estatal.

“Se isso, de fato, ocorrer vai causar um impacto violento, tanto na qualidade dos serviços quanto na precarização do trabalho. Desde 2012 há falta de efetivo. Para se ter uma ideia, em 2011 contávamos com 128 mil trabalhadores e havia um estudo da própria empresa que apontava a necessidade de contratar mais 20 mil. Hoje, com seguidos planos de demissão, chegamos a 105 mil, ou seja, houve a perda de 23 mil vagas”, revela o dirigente.

José Rivaldo da Silva diz que essa política dos Correios de apostar no fechamento de agências e em demissões para sair da crise é equivocada. “O que precisa ser feito é melhorar a qualidade dos serviços, inclusive aumentando as atividades. Falta uma gestão que tenha capacidade de criar alternativas para isso. Por exemplo, as agências, principalmente nas cidades menores, poderiam servir como uma espécie de Poupatempo, oferecendo um local para a população retirar documentos”.

O dirigente conta que a Fentect vem pedindo frequentemente uma reunião com o presidente interino dos Correios, Carlos Forther, mas ele não parece disposto a negociar. “Para nós, é evidente que essa decisão visa beneficiar interesses privados. Eles já acenaram em outras oportunidades que pretendem transferir parte dos serviços para a iniciativa privada. Enfim, toda essa situação provoca o sucateamento da empresa, atraso nas entregas, filas enormes. E, observando o cenário, eles esperam que a população tenha a perspectiva de que é melhor privatizar para melhorar o serviço. Mas isso não é verdade”.

Carlos Forther chegou a dizer que não seriam demissões, e, sim, “liberação do excedente de mão de obra”, conforme publicou o Brasil 247. “Isso é uma forma de escamotear, enganar os funcionários. Nós vamos insistir em uma reunião com o presidente interino para debater medidas de enfrentamento. Vamos fazer de tudo para evitar o fechamento das agências e, principalmente, as demissões”, completa Rivaldo. (Fonte Revista Forum)

Leia mais ...

Mudanças na contribuição sindical são inconstitucionais, diz MPT

As mudanças na contribuição sindical promovidas pela reforma trabalhista (Lei nº 13.467/17) são inconstitucionais. É o que diz nota técnica divulgada nesta segunda-feira (30) pelo Ministério Público do Trabalho (MPT). O documento aponta que alterações como o fim da obrigatoriedade da contribuição dependem de lei complementar por ser recurso de natureza tributária. Além disso, a instituição defende que a autorização para desconto em folha da contribuição sindical deve ser definida em assembleia com participação de toda a categoria.

De acordo com a nota técnica da Coordenadoria Nacional de Defesa da Liberdade Sindical (Conalis) do MPT, a contribuição sindical abrange trabalhadores e empregadores pertencentes a determinada categoria e, portanto, deve ser considerada contribuição compulsória. Baseado no entendimento do Supremo Tribunal Federal (STF), que reconhece o caráter tributário da contribuição, o MPT afirma que as mudanças violam o princípio da unicidade sindical e enfraquecem financeiramente as entidades sindicais.

Segundo o coordenador nacional da Conalis, João Hilário Valentim, a nota técnica retrata a decisão da maioria do colegiado da coordenadoria que, em reunião nacional se debruçou sobre o tema, o debateu e aprovou. "É fruto de trabalho coletivo. A nota trata somente da contribuição sindical e se limita a analisar os aspectos jurídicos da modificação legislativa, ou seja, é uma análise essencialmente técnica", acrescentou o procurador.

Além dos pontos considerados inconstitucionais, o documento afirma ainda que a autorização prévia e expressa para desconto em folha de pagamento deve ser definida em assembleia com participação de trabalhadores filiados e não-filiados à entidade, pois cabe ao sindicato realizar negociação coletiva de condições de trabalho em nome de toda a categoria.

"A Lei nº 13.467/17 neste tópico está, portanto, desestabilizando as relações sindicais, com graves prejuízos à defesa coletiva dos interesses dos representados. Seu texto gera incerteza e insegurança jurídica ao passo que pretende suprimir os paradigmas de proteção sobre os quais se fundam a Constituição e o Direito do Trabalho", registra a nota. Fonte: Procuradoria-Geral do Trabalho (MPT)

Leia mais ...

Luta da categoria: Vale Peru é creditado na conta dos ecetistas

Companheiras e companheiros, nesta quarta-feira, dia 13 de dezembro, foi creditado no cartão ticket  o vale extra (vale peru). Vale que a empresa queria tirar na campanha salarial, porém,  a categoria resistente foi a luta, fez greve , teve dias descontados e horas para serem compensadas, mas garantiu esse direito!

Muitos e muitas não participaram da luta e arrumaram as mais diversas desculpas para se absterem de lutar pelos seus direitos. Portanto, quando forem fazer suas compras  lembre-se que para ter esse direito garantido, foi necessário muita luta e resistência, numa campanha salarial dura, numa greve cheia de ameaças aos que se dispuseram a lutar.

Agradeço a cada guerreira e guerreiro que esteve na batalha pra garantir os direitos de todos e todas, e aproveito para convidar os que se abstiveram para que nas próximas lutas estejam juntos fortalecendo o movimento em prol do trabalhador(a).

Direitos se ampliam, não se retiram!

POR NENHUM DIREITO A MENOS NENHUM PASSO ATRÁS!

VIVA A CLASSE TRABALHADORA!

Autoria: Ueber Barboza

Leia mais ...

Dirigentes do SINTECT-GO participam do Programa Antena Ligada

Os diretores sindicais, Elizeu Pereira e Alexandre Duarte participaram do Programa Antena Ligada da Rádio Trabalhador nesta terça-feira, dia 12 de dezembro de 2017. Na ocasião, eles falaram da situação atual dos Correios e  dos novos desafios para os trabalhadores diante da Reforma Trabalhista e da privatização.

Assista aqui:

 

O SINTECT-GO participará do Programa Antena Ligada todas as terças-feiras às 10h. Para ouvir a programação da Rádio Trabalhador, baixo aplicativo da rádio aqui.

Leia mais ...

Representantes avaliam despacho do TST sobre o plano de saúde

Mal acabou a campanha salarial da categoria, com a assinatura do ACT 2017/18 no dia 10 de outubro, e o Tribunal Superior do Trabalho (TST) já se antecipou e encaminhou uma nova proposta para o plano de saúde dos ecetistas. Prematuramente, conforme sugestão no texto, novamente a responsabilidade recai sobre os ombros do trabalhador dos Correios (veja documento anexado). 

Vale destacar que qualquer tipo de mensalidade no plano de saúde tem sido veementemente refutado pelos trabalhadores, que já sobrevivem com os salários mais baixos entre as empresas públicas e estatais, à base de benefícios. Uma espécie de moeda de troca que a ECT implantou para não valorizar devidamente a situação financeira dos próprios empregados.

Colegiada e CONSIN
As partes interessadas na mediação do plano foram notificadas nesta segunda-feira. Com isso, a FENTECT já providenciou as datas para a próxima colegiada com a diretoria da federação e o XX Conselho de Representantes (CONSIN). Nos dias 24 e 25 de outubro, a representação da FENTECT vai se reunir em Brasília e nos dias 26 e 27 de outubro, será realizado o conselho de sindicatos, com um representante de cada entidade filiada à federação.

Como pauta do evento, os participantes vão poder fazer a avaliação sobre a Campanha Salarial 2017/18 e sobre o despacho do TST, do dia 13 de outubro, sobre o plano de saúde dos trabalhadores dos Correios.

A FENTECT, bem como a categoria, em geral, refuta ainda o déficit alegado pela ECT à mídia e ao tribunal. Diversas vezes, os representantes da empresa responsabilizaram o plano de saúde da categoria por esse rombo, o que tem sido rebatido, inclusive, pelo DIEESE.

Portanto, para a representação dos trabalhadores é preciso o mínimo de dignidade e a manutenção das garantias de luta da categoria, para que, dessa maneira, os seus colaboradores possam ter saúde e qualidade de vida, para atender a sociedade com eficiência e confiança. 

Reprodução: FENTECT

Leia mais ...

Ecetistas participam de ato nacional em defesa de estatais em Brasília

Os trabalhadores dos Correios em greve de todo o país estão nesta terça, dia 03, em Brasília participando do Ato Nacional em Defesa das Empresas Públicas.  A concentração teve início na porta do edifício sede dos Correios, onde estão sendo realizadas diversas atividades, com passeatas, carros de som e distribuição de carta aberta à população.

 

Leia mais ...

Campanha salarial deste ano será mais acirrada

O 34º Conselho de Representantes da FENTECT (CONREP) teve inicio na noite de quarta-feira, dia 12, em Brasília. É durante o Conselho, cujo tema é "Não à Privatização, Demissão, Perseguição e Cobrança no Plano de Saúde", que o calendário de lutas da Campanha Salarial 2017/2018 será construído.

O regimento interno foi aprovado no segundo dia do evento, que também contou com a análise de conjuntura nacional e internacional, onde lideranças sindicais destacaram o avanço da direita em todo o mundo e o golpe contra a classe trabalhadora ocorrida no Brasil.

Ainda segundo eles, este ano a campanha salarial dos ecetistas será mais acirrada, uma vez que é a primeira categoria a negociar após a aprovação da reforma trabalhista. Os trabalhadores precisarão bater de frente com a ECT que promete ainda mais cortes de direitos, além dos já realizados durante este ano, como o fim das férias, mensalidade no plano de saúde, cobranças indevidas por corrupções externas nos benefícios dos trabalhadores, implantação de sistemas que extinguem funções, entre outros.

O CONREP vai até sábado, dia 15 de julho.

*Com informações da FENTECT

Leia mais ...

Curso de Formação Sindical: ocorreu no sábado

No último sábado, dia 24 de junho, o SINTECT-GO realizou o segundo módulo do Curso de Formação Sindical. O evento, que é exclusivo para os novos delegados sindicais eleitos, contou com a participação da advogada do departamento jurídico do SINTECT-GO, Gizeli Costa, que falou sobre a legislação, abordando principalmente a formação das leis, acidentes de trabalho, assédio moral e sexual, entre outros.

Confira as fotos do Curso aqui.

Leia mais ...

Audiência Pública debate fechamento de agências dos Correios em Goiás

Para debater a “Crise” da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos e o fechamento de agências dos Correios,  será realizada uma Audiência Pública no dia 03 de maio, às 14h, na Câmara Municipal de Goiânia, organizada pelo vereador Alysson Lima. A audiência ocorrerá no Auditório Carlos Eurico.

No mês de março, os Correios anunciaram o fechamento de 250 agências no país, sendo oito em Goiás: Agência Parque Anhanguera, Agência Portal Shopping, Agência Portal Sul Shopping e Agência Filatélica Goiânia, em Goiânia; Agência Cidade Livre, em Aparecida de Goiânia;  Agência São João e Agência Santo Antônio do Rio Verde, em Catalão; e Agência Santos Dumont, em Itumbiara.

 

Leia mais ...
Assinar este feed RSS