Tenha um bom dia! Hoje é Terça, dia 27 de Setembro de 2022. Agora são 07:36:21 hs
11 Ago

CAOS NO CEE GOIÂNIA Destaque

Os dias tem sido difíceis para os trabalhadores (as) do CEE Goiânia, já a tempos que o SINTECT-GO vem denunciando a situação precária e de sobrecarga de trabalho que os trabalhadores (as) desta unidade vem sendo expostos, assim como, as posturas assediadoras e autoritárias que tem sido tratados.
São problemas recorrentes que não se resolvem: ameaças de tirar função, passar processos administrativos, transferências compulsórias, como já ocorreu e que a SE/GO finge que não vê, finge estar tudo bem. O problema é que não está tudo bem. O CEE Goiânia virou uma “panela de pressão” pronta para explodir a qualquer momento. Os trabalhadores (as) não suportam mais trabalhar debaixo de tanta pressão, humilhação e autoritarismo e estão adoecendo física e psicologicamente.
A ordem no CEE é para que os trabalhadores (as) lancem uma quantidade exorbitante de objetos, muito acima do que é dimensionado, aliás, fala-se na Unidade de que não existe mais quantidade dimensionada a ser lançada, tendo casos, inclusive, de carteiro lançar mais de 400 objetos, o que é humanamente impossível de ser entregue. Na teoria, segundo a gestão fala, não haverá punição em casos de restos, porém na prática há muita ameaça de passar processo administrativo e pressão psicológica. Fatos já denunciados e cobrado respostas e esclarecimentos via ofício por este Sindicato, porém sem resposta.
Desde que o novo SE assumiu com rompantes de “boa praça”, passeando pelas unidades, dando a entender que traria uma nova lógica para as relações de trabalho dentro da SE/GO baseadas na humanização dessas relações e no respeito ao próximo, não é o que ocorre, pois as velhas práticas de truculência e arrogância só aumentaram. A nova Superintendência Estadual não recebe o Sindicato para discutir questões mínimas de condições de trabalho e reproduz fielmente a ordem bolsonarista ameaçando, inclusive, de retirar funções de quem tiver contatos com o Sindicato.
O SINTECT-GO repudia a postura dessa gestão bolsonarista e conclama todos os trabalhadores (as) do CEE Goiânia e de todas as unidades em Goiás a transformarem toda essa indignação e desrespeito que tem sofrido em sua condição humana em luta para se organizarem e darem a resposta numa grande greve nacional, por tempo indeterminado, a partir das 22 horas de 31 de agosto. Contra tudo isso colocado e por melhores condições de trabalho e vida! Por mais respeito e um ambiente de trabalho saudável, greve neles! Vamos juntos virar esse jogo! Juntos somos mais fortes!

# 25 de agosto assembleia de indicativo de greve!
# Abaixo ao autoritarismo!
# Não ao assédio moral!
# Abaixo o nepotismo!
# Fora Floriano Peixoto e toda a gestão bolsonarista!

Diretoria Colegiada
SINTECT-GO

Avalie este item
(0 votos)
voltar ao topo