Tenha uma boa tarde! Hoje é Segunda, dia 24 de Janeiro de 2022. Agora são 13:31:35 hs

CTCE: CAOS! SOBRA CHEFE E FALTA PLANEJAMENTO!

Na SE/GO a bagunça está generalizada! Trabalhador sendo humilhado, assediado nas unidades, Covid-19 bombando nos locais de trabalho e a empresa mentindo que cumpre seu protocolo (semanas pra fazer uma desinfecção, quando faz!) e um monte de chefes ditos técnicos e outros indicados políticos apoiadores deste governo privatista fingindo que estão fazendo algo. Agora é a vez do CTCE Goiânia!
Segundo relatos, o mês de dezembro foi o caos! Faltou de tudo, desde planejamento, material de trabalho só o que não faltou foi sobrecarga de trabalho com Black Friday, FNDE, Enem, Papai Noel dos Correios, compras de fim de ano que geraram mais encomendas. Não havia empilhadeiras, paleteiras, nem espaço para lidar com o turbilhão de cartas, encomendas, livros, provas, brinquedos e outros mais.
Inúmeras dificuldades que já existiam na unidade, como a falta de padronização de serviços e a falta de ambientação de funcionários terceirizados, foram somadas a várias outras como, arrombamento de armários nos vestiários, a falta de recebimento do Adicional de Atividade dos trabalhadores (as) que retornaram do afastamento, sem contar o descumprimento de medidas sanitárias contra a Covid-19, que acaba sendo praticado pela maioria dos trabalhadores (as), concursados ou não, e também pelas chefias que não dão o bom exemplo e nem exigem dos funcionários o cumprimento das medidas. Existem vários cartazes de instrução, álcool em gel em vários pontos, máscaras foram distribuídas, mas não são utilizados corretamente ou muitos nem usam.
Além de tudo, uma enorme empilhadeira batizada como “trambolhão” foi contratada para as operações de fim de ano e ainda está lá parada, ocupando espaço e, na verdade, ela não serve para ser usada, pois é maior que a geralmente é usada para os tipos de carga no CTCE. Até hoje não se sabe ao certo o que levou a contratação de um equipamento que só serve para trabalhar na construção da Usina de Belo Monte ou na construção da Ferrovia Norte-Sul.
Até quando os trabalhadores (as) do CTCE vão ter que aturar tanta desorganização e uma falta de estrutura que torna a todos desmotivado em suas rotinas? Até quando a desorganização, a sobrecarga e o assédio moral vão continuar transformando o ambiente de trabalho em um caos generalizado?

Diretoria Colegiada
SINTECT-GO

Leia mais ...

DENÚNCIA CEE GOIÂNIA: AUTORITARISMO, PRESSÃO PSICOLÓGICA, PERSEGUIÇÃO E ASSÉDIO MORAL

        Esse é o retrato do que tem sofrido os trabalhadores do CEE Goiânia! Apesar da falta de funcionários e a sobrecarga de trabalho que os trabalhadores vem vivenciado nos últimos tempos, ainda tem que lidar com uma chefia imediata, que age de forma arbitrária, persegue trabalhador, faz ameaças, ridiculariza em público os companheiros dizendo que é “nó cego”. Falas do tipo: “deixa de ser mole que isso aí eu faço sozinho e com as mãos nas costas”. Isso torna o ambiente de trabalho um inferno, um clima organizacional terrível, que só adoece mais e mais o trabalhador. Já tem casos de Síndrome de Burnout nesta unidade.
       São várias as reclamações de trabalhadores e trabalhadoras em relação à forma de tratamento da chefia imediata, são vários os depoimentos de trabalhadores (as) assediados. Chegou ao ponto de a chefia dispensar da função motorizada com a alegação de que era porque o trabalhador estaria pegando muito atestado! Função não deve ser fator de ameaça para o gestor gerir uma unidade!
       Lamentamos e repudiamos que este tipo de postura persista ainda no âmbito da ECT e, infelizmente, na SE/GO esse tipo de gestor são os mais bem quistos pelos “mandachuvas”, pois conseguem reproduzir uma lógica da relação de trabalho baseada na humilhação e subjugação do trabalhador até o limiar de suas forças na busca de manter suas funções e forjar índices a qualquer custo para mantê-las.
       Trabalhadores (as) não se calem e não aceitem esse tipo de postura! Denunciem ao Sindicato para que este tome as providências cabíveis e fiquem atentos fortalecendo uns aos outros nas unidades de trabalho, pois hoje foi com seu colega, amanhã pode ser com você! Esse período vai passar! Está passando!

TODOS OS TRABALHADORES (AS) QUE PASSAREM POR SITUAÇÕES SEMELHANTES DEVEM PROCURAR IMEDIATAMENTE O SINTECT-GO PARA QUE SEJAM TOMADAS AS PROVIDÊNCIAS CABÍVEIS CONTRA ESSA FORMA DE GERIR ATRAVÉS DO ASSÉDIO MORAL, DA TRUCULÊNCIA, DA AMEAÇA E DO MEDO.

# Abaixo ao autoritarismo!
# Chega de assédio moral!
# Por um ambiente de trabalho saudável, lutemos!

Diretoria Colegiada
SINTECT-GO

Leia mais ...

SINTECT-GO CHAMA A ATENÇÃO DE TRABALHADORES (AS) SOBRE GOLPE APLICADO POR SUPOSTO ADVOGADO

O SINTECT-GO reforça a todos os trabalhadores (as) dos Correios em Goiás sobre suposto advogado que continua, insistentemente, tentando aplicar golpes referente à demanda dos precatórios do PCCS/95. O mesmo entra em contato por meio de ligação ou Whatsapp, se apresentando com a inscrição na OAB da advogada do Sindicato, dra. Giseli Nunes, e oferecendo a possibilidade dos trabalhadores (as) receberem seus precatórios em troca de realizarem um pix com um valor de R$ 1.000,00.
O Sindicato já realizou um boletim de ocorrência, mas é preciso que os trabalhadores (as) fiquem atentos e qualquer contato desse suposto advogado é preciso informar o SINTECT-GO.
NÃO CAIA NESSE GOLPE! O SINTECT-GO e nem sua assessoria jurídica entram em contato com trabalhadores solicitando depósito ou transferência de dinheiro em troca de recebimento de valores. Todas as informações sempre são veiculadas nos meios de comunicação do SINTECT-GO, como email e redes sociais. Se você receber algum contato desse tipo de golpe entre em contato com o SINTECT-GO imediatamente e denuncie!

TENHAM BASTANTE CUIDADO!

Diretoria Colegiada
SINTECT-GO

Leia mais ...

SINTECT-GO CONSEGUE NA JUSTIÇA QUE TRABALHADORES (AS) COM DEPENDENTES PORTADORES DE NECESSIDADES ESPECIAIS RETORNEM COM BENEFÍCIO

Acórdãos recentes do TRT de Goiás, em julgamento de mérito (portanto, não são apenas liminares), restabeleceram o direito ao auxílio para portadores de necessidades especiais aos dependentes dos trabalhadores (as) dos Correios filiados ao SINTECT/GO. A ECT alegava que o benefício não estaria mais previsto desde o dissídio de greve de 2020.
São beneficiários do auxílio os empregados da ECT que possuam filhos, enteados e/ou tutelados com deficiência, formalmente cadastrados e obedecidos os parâmetros para esta finalidade.
Mesmo a empresa alegando que a manutenção do benefício estaria condicionada à existência de norma coletiva, os Desembargadores do TRT 18ª Região entenderam que o benefício também está previsto no regulamento interno da empresa (MANPES) e que por esta razão aderiu aos contratos de trabalho, não podendo ser suprimido.
O SINTECT-GO pede que os filiados que estejam nessa mesma situação procurem o Sindicato para que possam igualmente pleitear o benefício judicialmente.

#SINTECT-GO na luta!
#Juntos somos mais fortes!

Diretoria Colegiada
SINTECT-GO

Leia mais ...

SINTECT-GO VISITA SENADORES DE GOIÁS PARA RESSALTAR A IMPORTÂNCIA DA NÃO APROVAÇÃO DO PROJETO DE LEI 591/2021

A Diretoria Colegiada do SINTECT-GO visitou na manhã desta sexta-feira, 19, o gabinete dos senadores Luiz do Carmo (MDB/GO) e Vanderlan Cardoso (PSD/GO) para enfatizar a importância de votar contra o Projeto de Lei 591/2021, que busca privatizar os Correios e autoriza a exploração de todos os serviços postais pela iniciativa privada.
O PL 591/2021 se encontra em tramitação no Senado Federal, mais precisamente na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE). No dia: 09/11, a votação do relatório do senador Márcio Bittar (MDB/AC), na CAE, foi retirado de pauta em meio à pressão dos trabalhadores (as) dos Correios.
Os senadores de Goiás prometeram analisar as considerações da Diretoria Colegiada para a votação do projeto. Na ocasião a Diretoria Sindical protocolou material (já antes enviado virtualmente) do Comitê Nacional Contra a Privatização dos Correios, contendo nestes a última carta aos senadores, onde o Comitê enfatiza os malefícios que as emendas apresentadas pelo relator Márcio Bittar trarão a todos os municípios com menos de 15 mil habitantes, onde as unidades dos Correios serão fechadas conforme a emenda.
Ressaltamos a importância dos senadores olharem pela população dos Estados que representam, pois só em Goiás são mais de 170 municípios que deixarão de ter agências dos Correios. Reafirmamos a necessidade e a importância dos trabalhadores (as) estarem atuando nas redes sociais dos senadores pedindo apoio pela não aprovação do PL 591. A pressão do Comitê e dos trabalhadores (as) tem surtido efeitos e precisamos ampliar essa mobilização.

# Não à venda dos Correios!
# Se votar não volta!
# Não ao PL 591!
# Diga não à privatização!
# Fora Bolsonaro!

Diretoria Colegiada
SINTECT-GO

Leia mais ...

Representação SINTECT/GO- MPT notifica Correios em Goiás para que decida se deseja cancelar as punições aos trabalhadores (as) pela recusa do trabalho aos domingos e feriados ou pagar multa

O Ministério Público do Trabalho constatou descumprimento de Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) firmado entre a ECT, o SINTECT-GO e o MPT considerando que a empresa vem obrigando os trabalhadores (as) dos Correios em Goiás a realizarem trabalho extra aos domingos e feriados e punindo os que se recusarem ao labor extraordinário.
O SINTECT-GO vem lutando em favor desses trabalhadores (as) onde conseguiu reunir 51 documentos de profissionais que foram suspensos por um dia por terem recusado o trabalho em dias de descanso.
A empresa terá um prazo de 10 dias para manifestação no atendimento da cláusula fixada no TAC, anulando as punições ou terá que pagar multa no valor de R$51.000,00.
Trabalhador (a) se você também foi punido em razão da recusa do trabalho aos domingos e feriados com suspensão e processo, encaminhe a documentação com urgência ao SINTECT-GO para fortalecer essa ação, aumentar a multa e também mostrar a força dos trabalhadores (as) impondo à empresa o respeito a todos os profissionais dos Correios que também tem direito ao seu dia de descanso.
Caso a empresa não cancele as punições, além de ser executada nas multas pelo MPT, o Sindicato proporá ação coletiva para cancelamento das suspensões aplicadas, restituição dos descontos e ainda pagamento de indenização pelo dano moral individual e coletivo causado.

#SINTECT-GO na luta!
#Juntos somos mais fortes!
# Por nenhum direito a menos!
# Não à venda dos Correios!

Diretoria Colegiada
SINTECT-GO

Leia mais ...

TRABALHADORES (AS) DOS CORREIOS EM GOIÁS REJEITAM PROPOSTA DA EMPRESA EM ASSEMBLEIA VIRTUAL

O SINTECT-GO realizou na noite de ontem, 07/10, a Assembleia Virtual por meio da plataforma “Zoom”, para realizar avaliação da Campanha Salarial 2021/2022 e os desdobramentos da mesma, com os seguintes pontos de pauta: 1- Informes; 2 - Avaliação da Campanha Salarial 2021/2022; 3 - Rejeição ou aprovação da proposta; 4 - Decretação da manutenção do estado de greve.
Durante a Assembleia foi pontuado sobre as condições de trabalho nas unidades dos Correios em Goiás, as convocações para o trabalho aos domingos, feriados e horas extras sob ameaças de abertura de processos administrativos.
Também foi aberto um amplo debate com a categoria que assimilou as orientações diante das maldosas e sorrateiras ações da atual gestão militarizada e, que diante deste quadro, a própria empresa nao quis negociar com os trabalhadores (as) e, mais que depressa, de acordo com seus interesses, protocolizou o dissídio coletivo, neste sentido, a categoria entendeu que deveria sim seguir para o julgamento.
Foi decidido pela maioria dos 96 participantes da Assembleia, (94 rejeitaram e 2 abstenções) a rejeição à proposta da empresa e também foi aprovado por unanimidade a decretação da manutenção do estado de greve.

Diretoria Colegiada
SINTECT-GO

Leia mais ...

SINTECT-GO convoca para Assembleia na próxima quinta-feira dia 07

Além da insistência da empresa em implantar o banco de horas em cima dos trabalhadores (as), a mesma também se nega a discutir ou aceitar proposta viável para a classe trabalhadora. O que vemos, a cada dia, é uma tentativa da empresa em atacar, cada vez mais, os direitos dos trabalhadores (as) dos Correios.
A FENTECT participou de audiência de conciliação convocada pelo TST, para uma tentativa de finalizar o Acordo Coletivo de Trabalho para a categoria, mas, novamente, a direção da ECT não teve interesse em negociar o Dissídio Coletivo, mantendo a sua posição de não querer avançar na recuperação dos direitos dos profissionais dos Correios e, como sempre, atacando a categoria.
A proposta de reajuste ZERO, inclusão de banco de horas e recomposição dos tickets, que acaba em julho de 2022, é uma afronta à categoria. A proposta reduz o poder de compra e não encontra aceitação entre os trabalhadores (as).
Por isso precisamos lutar, ainda mais! Não vamos permitir mais ataques contra os nossos direitos e a nossa categoria! O SINTECT-GO convoca para Assembleia sobre a Campanha Salarial na próxima sexta-feira, dia 07/10, com primeira chamada às 19 horas e segunda chamada às 19h30, por meio do aplicativo Zoom, com os seguintes pontos de pauta:

1- Informes;
2- Avaliação da Proposta;
3- Deliberação de rejeição ou aceitação da proposta;
4- Manutenção do estado de greve.

O link para participação será enviado nas redes sociais e nos e-mails.

# Por nenhum direito a menos!
# Em defesa dos nossos direitos e empregos!
# Correios Público e para todos!

Diretoria Colegiada
SINTECT-GO

Leia mais ...

OS ATAQUES CONTINUAM NA SE/GO

A SE/GO continua insistente em sua prática abusiva contra os trabalhadores (as) dos Correios em Goiás. As convocações dos empregados aos domingos e feriados já se tornaram corriqueiras por parte da empresa, pois os trabalhadores (as) são comunicados de última hora ou até mesmo nos próprios dias de folga, o que vem prejudicando, cada dia mais, a saúde física e mental dos mesmos.

Quem recusava a convocação para trabalhar nesses dias, era aberto processo administrativo e recebiam punição de um dia de suspensão. O SINTECT-GO fez representação no MPT/GO (Ministério Público do Trabalho no Estado de Goiás) quanto a ECT estar convocando os trabalhadores (as) a trabalharem aos domingos (Repouso semanal remunerado) e feriados.

Para quem se lembra, em 2012, a ECT cometia as abusividades e prerrogativas de atuação contra os trabalhadores impondo-lhes excessividade de horas extras, hoje ela faz a mesma prática aos olhos do SINTECT-GO e MPT e extrapolam o bom senso. A nossa obrigação é cumprir o nosso contrato de trabalho, o qual fomos chamados, que prevê 44 horas semanais. Após isso, não há problemas em atender quando a empresa chamar, mas dentro da possibilidade de cada um, esse é o nosso entendimento. 

A ECT, mesmo sabendo que a demanda está excessiva, com a necessidade de contratação de pessoas para cumprir seu papel com a sociedade, ao contrário disso o que ela fez foi demitir vários trabalhadores através de PDI, PDV, fechou as portas para concurso público e começou a exigir o mesmo resultado, contrariando o que a demanda exige, na contramão da realidade.

O MPT/GO entendeu, através dos documentos juntados aos autos da representação, que a ECT está agindo de forma irregular e abusiva, conforme despacho abaixo. O SINTECT-GO trabalhou e continua trabalhando de forma incansável pela defesa dos trabalhadores (as) de terem o direito de optarem por recusar a convocação nos dias de repouso ou trabalharem e receberem folga em dobro ou mesmo trabalharem e receberem em espécie.

É o SINTECT-GO na luta sempre contra as injustiças da ECT aos trabalhadores (as).

 

Diretoria Colegiada

SINTECT-GO

 

Clique aqui e confira o despacho do MPT/GO

Leia mais ...

Trabalhador, sua saúde não está à venda! Cuide-se e busque os seus direitos!

 Pode parecer óbvio dizer que uma pessoa está saudável quando não está doente. A Organização Mundial da Saúde (OMS), em 1946, definiu saúde como um estado de completo bem-estar físico, mental e social, e não apenas como a ausência de doença ou enfermidade.
 A percepção do conceito de qualidade de vida também tem muitos pontos em comum com a definição de saúde. Desse modo, percebe-se a necessidade de analisar o corpo, a mente e até mesmo o contexto social no qual o indivíduo está inserido para conceituar melhor o estado de saúde(https://saudebrasil.saude.gov.br/eu-quero-me-exercitar-mais/o-que-significa-ter-saude).
 Feita esta introdução, observamos que nos últimos anos, está ocorrendo um aumento exponencial de trabalhadores dos correios que apresentam algum tipo de DORT (dor relacionada ao trabalho). Isto nos preocupa bastante pois, entendemos que, o local de trabalho não deva ser o gerador de impossibilidades físicas e emocionais para o próprio trabalho!
 As queixas e reclamações são diversas e variam de dores na coluna (principalmente na porção lombar), articulação do punho, nos joelhos, tornozelos entre outras. Além disso, temos observado o aumento de dores musculares nos relatos dos trabalhadores e um mal que vem aumentado de forma terrível, os problemas emocionais e psicossomáticos.
 Desde 2011, a ECT não realiza concurso público e isso reflete diretamente na sobrecarga de trabalho. Na contramão deste dado, observamos um aumento gigantesco nas estatísticas do e-commerce. Esta é uma conta que não fecha! Em meio aos discursos de privatização da estatal, observamos a redução da mão de obra versus o aumento do fluxo de trabalho. Tal situação expõe o “elo mais fraco da corrente”, o trabalhador de base.
 A jornada de trabalho já é extenuante e, como se isso não fosse o bastante, as “convocações” tem se tornado uma prática constante, seja em feriados e até mesmo aos domingos!
Fazendo uma análise cinéticofuncional da situação, observamos que este “overuse” (uso em excesso) sem o devido repouso seja ele físico e/ou emocional está adoecendo a categoria profissional de Correios. E, antes que alguém pense em exagero, basta verificar a quantidade de absenteísmo por lesões e as pilhas de processos que lotam as prateleiras do INSS.
 O intuito deste artigo informativo é fazer que o trabalhador reflita e pense em sua saúde! Busque meios para uma prática de alongamentos antes do expediente e após a jornada de trabalho. Lamentavelmente, nem o serviço de ginástica laboral é oferecido nas unidades pela empresa. Portanto trabalhador, CUIDE-SE! Sua vida, saúde e seus familiares que te amam almejam que você esteja bem!
 Evite movimentos de flexo-extensão da coluna lombar de forma desnecessária, opte por dobrar os joelhos e trazer a carga até a altura do tórax (NR-11). Não levante pesos que não suporte! Peça ajuda! Uma lesão de hérnia de disco pode te custar muito caro! E geralmente as sequelas são devastadoras. Em caso de descumprimento das normas de saúde no trabalho, acione o SINTECT-GO pois, fiscalizar e verificar as denúncias é nosso papel. Além do desgaste físico e emocional (pressões por resultado e desgastes interpessoais), fomos considerados “essenciais” pelo governo federal que nos colocou em alta exposição com o vírus SARS-COV2.

 Muitos de nossos colegas já perderam suas vidas para o Novo Coronavírus! Portanto, fica nosso alerta! PREVINA-SE! Cobre da empresa condições para trabalhar em segurança, ENTRETANTO, utilize os recursos oferecidos! Não pague com sua vida para ver “SE”... era somente uma “gripezinha”! Leve em sua rota ou em seu posto de trabalho o álcool em gel e mantenha sempre o distanciamento do cliente e pessoal de forma geral. Tendo sintomas, procure IMEDIATAMENTE o serviço médico para realizar a testagem. Mais rápido o diagnóstico, menor o risco de infecção em massa como já observamos aqui em Goiás, lamentavelmente, inclusive, com a perda de um colega.

 Em meio a tantas mazelas que os trabalhadores vêm enfrentando nos últimos anos, temos também, além da sobrecarga de trabalho, o assédio moral que se tornou uma ferramenta na mão de muitos gestores para cobrar resultados e pressionar o trabalhador a abrir mão de seu direito de repouso, sob ameaça de punição! Um verdadeiro assédio moral coletivo institucionalizado!
 Observamos, mediante a estas situações, o aparecimento de casos de depressão, síndrome de Burn-out, aumento nos casos de alcoolismo e outros entorpecentes que levam à desagregação familiar e até ao suicídio, como já ocorrido. Esta pressão psicológica, associada aos demais problemas que são vivenciados dia após dia no local de trabalho, vão somando-se a ponto do trabalhador se encontrar “estranho” a este ambiente, culminando na desagregação social que, por sua vez, torna o trabalhador menos produtivo, não se sentindo parte da equipe, aumentando inclusive riscos de violência doméstica e, em casos extremos, até no local de trabalho.
 A luta por um ambiente de trabalho saudável é uma luta diária e possível! No âmbito da saúde, temos três possibilidades: Prevenção, Tratamento e Reabilitação! Nós entendemos que “prevenir” é o melhor remédio.
#SomosEssenciais e temos consciência disso e de nosso papel para a sociedade e para aqueles que realmente nos amam e querem nosso bem! Nossa Família! Lembre-se, para o sistema somos estatísticas! Matrículas! Que hoje servem, mas, que ao embaraço de saúde somos substituíveis. Pense nisso!
 SUA SAÚDE NÃO ESTÁ À VENDA! Esteja atento a TODAS as chamadas do SINDICATO! Nossa luta é defender o direito dos trabalhadores (as)! Seja em qualquer área!

#Faça sua parte! Auxilie no processo de humanização das relações no trabalho!
#Temos direito a saúde! Temos direito a vida! Temos direito a vacina!
#Não ao autoritarismo! Não à privatização dos Correios do Brasil!


Diretoria Colegiada
Alexandre Duarte Ferreira
Sec. De saúde do SINTECT-GO
CREFITO 203130-F 11ª região

Leia mais ...
Assinar este feed RSS