Tenha uma boa madrugada! Hoje é Segunda, dia 17 de Maio de 2021. Agora são 00:20:38 hs
SINTECT-GO

SINTECT-GO

URL do site: http://www.sintectgo.org.br/novo/

ASSEMBLEIA PARA REFERENDAR A PAUTA DA CAMPANHA SALARIAL 2021/2022

Ocorre na próxima segunda-feira, 17/05, por meio do aplicativo Zoom, a Assembleia Virtual para referendar a pauta da Campanha Salarial 2021/2022.
Essa será uma Campanha ainda mais difícil que as dos anos anteriores, pois além das nossas reinvidicações, ainda estamos enfrentando a ameaça cada vez mais forte de venda dos Correios e da destruição dos nossos empregos. O link para participação será divulgado nas redes sociais e nos emails.
A Assembleia ocorre com primeira chamada às 18h30 e segunda chamada às 19h30. Contamos com a sua participação! A sua presença é fundamental!

Diretoria Colegiada
SINTECT-GO

CARREATA CONTRA A PRIVATIZAÇÃO

O SINTECT-GO convoca todos os trabalhadores (as) da base de Goiás para participarem da Carreata contra a Privatização dos Correios, que ocorre no próximo domingo,16/05, a partir das 9 horas da manhã, em frente a Agência Central dos Correios em Goiânia.
Essa é mais uma atividade de mobilização, que ocorrerá em todas as capitais, promovida pelos Sindicatos que compõem a Federação, para barrar o PL 591, do apagão postal, proposto pelo Governo Federal.
É importante a participação e mobilização de todos os trabalhadores (as) nesse momento. Mais do que nunca precisamos estar unidos para enfrentar essa batalha e defender o nosso patrimônio e os nossos empregos.
Contamos com a sua presença! Mobilize-se! Defender os Correios é defender o Brasil, é defender a soberania nacional! Participe!

#Vacina Já!
#Diga não à privatização!
#Correios público e para todos!

Diretoria Colegiada
SINTECT-GO

STF adia julgamento de Ação Coletiva de correção do FGTS

 O Supremo Tribunal Federal (STF) adiou o julgamento previsto para o dia 13/05, sobre a correção do FGTS dos trabalhadores (as) que possuíam depósitos na conta fundiária por outro índice que substituía a TR. O SINTECT-GO solicitou essa correção, por meio de Ação Civil Pública, na Justiça Federal de Goiás e aguarda a confirmação do STF para uma nova data do julgamento.

SINTECT-GO aguarda julgamento de Ação Coletiva de correção do FGTS

   O SINTECT-GO aguarda julgamento no STF da ADI 5090 para continuidade da Ação Civil Pública(1013417-47.2019.4.01.3500) proposta pelo Sindicato na Justiça Federal de Goiás, solicitando a correção do FGTS dos trabalhadores (as) que possuíam depósitos na conta fundiária por outro índice que substituía a TR. O Sindicato entende que a TR não pode ser utilizada como índice de correção monetária do FGTS, pois ela não reflete a inflação, causando prejuízo aos trabalhadores.
   O julgamento no STF está previsto para o dia 13 de maio, mas poderá haver novo pedido de vistas por um dos Ministros da Corte.
   A ACP, proposta pelo Sindicato, atinge todos os trabalhadores da ECT em Goiás, ativo e inativo. Neste momento, resta a todos apenas aguardar o julgamento do tema no STF.


Diretoria Colegiada
SINTECT-GO

 

Continua o terrorismo e o autoritarismo na SE/GO

A SE/GO continua pressionando e abusando do assédio moral e autoritarismo para que os trabalhadores (as) realizem trabalho extraordinário aos domingos e feriados e permitindo que fiquem até 15 dias sem folga. Agora, estão convocando os trabalhadores para o feriado internacional do dia do trabalhador, dia 1º de maio, próximo sábado.
Isso já vem ocorrendo de forma habitual, havendo convocação aos domingos e feriados, nos últimos meses. O SINTECT-GO já tomou as providências junto ao Ministério Público do Trabalho, no que diz respeito ao descumprimento do Termo de Ajustamento de Conduta mas, o terrorismo em cima dos trabalhadores (as) continua e, muitos cedem por medo.
Mais uma vez, o SINTECT-GO reafirma a você trabalhador (a) que quer se recusar a trabalhar, que não tenha medo, pois não pode ser prejudicado. Você tem o direito de recusar essa imposição de trabalho em dias extraordinários e não deixe de denunciar!
Não ceda à pressão!

#️Não ao trabalho escravo!
#️Não à privatização!
#️Fora Bolsonaro!

Diretoria Colegiada
SINTECT-GO

E os abusos não param!

Convictos de que estão acima da lei, na SE/GO continua a pressão em cima dos trabalhadores (as) para que estes trabalhem de domingo a domingo (frase de um capitão do mato) e, ainda realizem hora extra. Não param de chegar denúncias e reclamações, principalmente do CEE Goiânia, por parte dos trabalhadores que exerceram o seu direito de não trabalhar no feriado, 21/04, que, agora, estão recebendo convocação para prestar termo de informação ao gestor por não terem ido.

É bem claro que a estratégia da autoritária e desumana GERAE é que, ao assinar esse termo e prestar o tal pedido de informação vão oferecer um TAC ao trabalhador condicionando este a não poder mais recusar as abusivas convocações, que já se tornaram habituais na SE/GO.

O SINTECT-GO orienta que ao receber tal termo repasse ao Sindicato e não assine nenhum TAC para a empresa diante deste assunto específico, pois a empresa está montando uma arapuca se passando de boazinha, oferecendo o TAC. Só que, na verdade, se você, trabalhador, assinar você estará abrindo mão do direito de se recusar a trabalhar de domingo a domingo e feriados por um longo período.

O Sindicato já providenciou denúncia perante o Ministério Público do Trabalho. Fique atento e faça valer seu direito!

 

#Não ao trabalho escravo!

#Fora GERAE!

#Fora Bolsonaro e todos os capitães do mato!

 

Diretoria Colegiada

SINTECT-GO

 

É HORA DE INTENSIFICAR A MOBILIZAÇÃO!

          O governo Bolsonaro com todo o ódio que tem da categoria dos Correios não cansa de dar golpes nos trabalhadores (as) e, na tarde de ontem (21/04) tenta colocar em pauta para votação, novamente, já para o dia 22/04, hoje, o PL 591. Lembrando que, Bolsonaro encaminhou decreto pedindo urgência para apreciação do projeto de privatização, em plena pandemia, e, a Câmara o colocou em plenário para decidirem se era urgente ou não, e aprovou por 280 x 165.

         Percebendo que a votação não foi tão unânime dentro de algumas bancadas de partidos que compõem o dito Centrão , o governo em sua sanha privatista, juntamente com o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira, seu comparsa, já queria que o PL 591 já fosse votado de qualquer forma no dia de hoje, 22. A ampla unidade e a ação conjunta de todos os Sindicatos, Federações e trabalhadores nas redes sociais junto aos deputados fizeram com que repensassem e retirassem de pauta o projeto que acaba com os Correios. O projeto do apagão postal.

          É importante nesse momento que ainda não podemos fazer manifestações de rua devido à pandemia, que os trabalhadores (as) usem as redes sociais como nossa ferramenta de mobilização: no Twitter, no Instagram, Facebook, nos e-mails dos deputados. Apesar de muitos acharem que não, isso surte muito efeito sim!

        O Comitê Nacional contra a privatização dos Correios esteve hoje reunido durante toda a manhã avaliando o cenário e tirando alguns encaminhamentos de atividades que os Sindicatos encamparão em suas bases. Fique atento e participe das atividades quando o Sindicato chamar! Somente com a nossa unidade conseguiremos virar esse jogo. Juntos somos mais fortes!

 

#Não à venda dos Correios!

#Correios público e para todos!

#Diga não à privatização!

 

Diretoria Colegiada

SINTECT-GO

 

SINTECT-GO repudia requerimento de urgência para votação do PL591/21

O desgoverno de Bolsonaro mais uma vez ataca os Correios com sua agenda de privatização. Foi incluído ontem, 19, na pauta de votação da Câmara dos Deputados, um requerimento de urgência do deputado Hugo Motta (Republicanos/PB) para apreciação, hoje, 20/04, do PL 591/2021, que trata da privatização dos Correios.

O governo quer acelerar a votação desse projeto nefasto para entregar o patrimônio público e o serviço postal brasileiro nas mãos do capital privado. É importante a mobilização de todos para barrar mais esse ataque! Vamos pressionar os parlamentares nesse momento!

Mande email, ligue! Clique no link abaixo e confira a lista de contatos de todos os 513 parlamentares! Faça a sua parte! Diga não à venda dos Correios!

 

Lista de emails dos parlamentares

 

SE/GO: uma verdadeira panela de pressão - Trabalhador não ceda e faça valer seus direitos!

A SE/GO, através da GERAE, tem pressionado e feito terrorismo na cabeça dos trabalhadores (as), ameaçando abrir processo administrativo, caso estes não atendam à convocação para o trabalho aos domingos e feriados. Mesmo o Sindicato orientando o trabalhador a não aceitar a convocação, muitos cedem por medo à pressão que está sendo feita e, de forma desumana, a SE/GO que impõe ao trabalhador 15 dias sem folga.

Esse verdadeiro assédio moral já vem acontecendo de forma reiterada, foi assim no feriado de carnaval, no feriado da Semana Santa e, agora, no feriado de 21 de abril, sendo que, desde a sexta-feira passada (16) o chicote vem estalando e se intensificando a pressão e através de ameaça de processo administrativo.

O Sindicato já tomou as providências junto ao Ministério Público do Trabalho no que diz respeito ao descumprimento do Termo de Ajustamento de Conduta, sendo que a qualquer momento a SE/GO será notificada e se a situação não for sanada pelo intermédio do MPT, faremos ação judicial em decorrência do assédio coletivo aos trabalhadores.

A GEOP/GERAE tem feito um verdadeiro inferno no clima organizacional das unidades. Não bastasse a sobrecarga de trabalho, o trabalhador ainda tem que lidar com o autoritarismo e a arrogância de certos “gestores”.

 Trabalhador, você tem direito de recusar trabalho extra e nele inclui o trabalho em feriado e dia de descanso para os quais há uma série de requisitos que a empresa descumpre. Se você não pode ou não quer realizar o trabalho extra, resista, não ceda à pressão!

 

#️Não ao trabalho escravo!

#️Não à privatização!

#️Fora Bolsonaro!

 

Diretoria Colegiada

SINTECT-GO

 

 

 

 

 

Como é que é? Trabalhar no sábado, domingo e feriado SE/GO?

A SE/GO vem convocando os trabalhadores (as) para a realização de trabalho extraordinário aos domingos e feriados.Já é de conhecimento de todos que o descanso semanal remunerado deve ser preferencialmente aos domingos, sendo 6 dias de trabalho e um de descanso, não podendo ser exigido trabalho por mais de seis dias consecutivos de um mesmo trabalhador. Os trabalhos aos domingos podem ser realizados com critérios, havendo folga ao longo da semana, com escala de revezamento e autorização dos órgãos de fiscalização do trabalho, o mesmo vale para o trabalho em feriados.

A desculpa para essa frequente determinação é a redução de mão de obra, mas que só vem acontecendo em razão de sucessivos PDI’s e nenhum concurso realizado pela ECT desde 2011.A empresa aproveita e abusa dessas convocações sem levar em consideração a celebração de um Termo de Ajustamento de Conduta - TAC, que aponta que cada trabalhador tem a liberdade de decidir se aceita ou não a convocação, não podendo sofrer punição em caso de recusa como vem novamente a empresa ameaçando fazer.

Trabalhador você tem o direito de recusar essa imposição de trabalho extraordinário e também é preciso denunciar. O SINTECT-GO proporá nos próximos dias uma representação junto ao MPT devido a esta prática da ECT estar se tornando comum, especialmente em decorrência da truculência e ameaças de alguns gestores que alegam que o trabalhador será punido se não se submeter a esta escravidão pretendida pela empresa.

 

# Não ao trabalho escravo!

# Não a privatização!

# Fora Bolsonaro!

 

Diretoria Colegiada

SINTECT-GO

 

 

 

Assinar este feed RSS